| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Ecoturismo Mercosul
Desde: 07/07/2003      Publicadas: 46      Atualização: 08/03/2005

Capa |  Ecoturismo  |  Notas do Turismo  |  Turismo Místico


 Notas do Turismo

  29/07/2003
  0 comentário(s)


Foz do Iguaçu: uma rica cidade pobre

Os números da pobreza de Foz. Como o turismo pode mudar esta realidade?


I
Vinte e um por cento da população de Foz do Iguaçu, ou não tem renda nenhuma ou ganha até um salário mínimo.


II
Os números exatos segundo uma pesquisa feita pelo chefe do escritório do IBGE em Foz, Dacilo Weber, são: 10% da população não tem renda. Isso equivale a 28 mil pessoas. Os outros 11,3% ganham até um salário mínimo – em torno de R$240.00 ou US$ 83.00. Outros 20,6% ou 36 mil pessoas ganham entre um e dois salários mínimos (entre R$ 240.00 e R$480.00).

III
A partir daí os números vão caindo. Os iguaçuenses que ganham entre dois e três salários são 13,7%. Entre três e cinco salários são 17%. Entre cinco e dez salários são 17%. Só 4,3% ganha entre 10 e 15 salários. Só 2,8% ganha entre 15 e 20 salários. Entre 20 e 30 o número se reduz a 1,5% e na faixa de mais de 30 salários só existe 1,8%. Nestas últimas duas faixas devem estar incluídos técnicos e pessoal de nível superior, funcionários públicos federais, estaduais, municipais etc.

IV
Os números citados serão transformados em um livro que Weber pretende lançar até setembro ou outubro. São os números que mostram uma pobre cidade rica. Uma cidade que tem hoje 90 aglomerados residenciais pobres.

V
Mas não se pode chamar a todos de favela. As favelas são só 24. Na linguagem técnica, as favelas são aqueles aglomerados onde não há estruturas como água potável, esgotos, ruas com saída e onde há gatos e ligações clandestinas de águas.

VI
As outras categorias incluem áreas irregulares e invasão. As áreas irregulares estão sobre terras que pertencem ao município. São fundos de vale, áreas verdes e áreas técnicas. Já as áreas de invasão são aquelas que pertencem a terceiros. São áreas particulares que foram invadidas ou ocupadas é o caso da Vila Morenitas, por exemplo, diz Weber.

VII
Nas 24 favelas, propriamente ditas, há 4.583 famílias o que equivale a 20 mil pessoas.
Os números coletados por Weber vai ajudar a mostrar a fotografia real da cidade para os administradores, políticos, intelectuais, estudantes e outros que desejem ver a realidade da cidade.

VIII
Para um coisa, esses números da miséria da pobre cidade rica servem: para eleger prefeitos, vereadores, deputados e outros funcionários públicos.

IX
A cada eleição se promete empregos e geração de rendas. Mas ninguém consegue responder a pergunta: de que vive Foz do Iguaçu?

X
De turismo não é: a hotelaria, segundo o Sindicato dos Hotéis, emprega 1.200 pessoas. Da indústria tampouco é. Não existe indústria. O setor de serviços absorve muita gente e vai desde a internet, à informática, da mototaxis ao flanelinha.

XI
Passa também pelo contrabando, descaminho e de crimes pequenos e grandes. No que concerne à preocupação deste jornal: o que o ecoturismo, o turismo pode fazer para incluir e beneficiar a um número maior de pessoas?

XII
Eis uma boa pergunta. Uma coisa é certa: o trade de Foz do Iguaçu está muito perdido. Aliás empre esteve. Por isso ninguém pode dizer que em turismo aqui já se tentou tudo.


XIII
Uma esperança são as universidades. os cursos de turismo que já são quatro na cidade. Minha sugestão para os futuros turismólogos é: lutem, pelo seu espaço. Ninguém vai dar espaço a vocês de graça. Vão às ruas, façam, passeatas. Façam barulho! Ou então se preparem para vender sanduiche ou fazer qualquer outra coisa. Em turismo você não terá chance!!!



  Mais notícias da seção PITI no caderno Notas do Turismo
03/03/2005 - PITI - Turista reclama dos serviços turísticos em Foz
Decidi publicar esta carta de uma turista que mostra que nem tudo em Foz são flores. Apesar dos jornais só darem destaques aos números crecentes de turistas. Se não cuidarmos, quanto mais turistas vierem a Foz, mais decepcionados ficam. Reservo-me o direito de dizer como consegui a carta. ...
27/07/2003 - PITI - Em plena temporada
Notas do Turismo de Jackson Lima, on line...
19/07/2003 - PITI - Niagara é modelo para as Cataratas do Iguaçu
As notas de hoje abre discussão sobre o vaoir real das Cataratas e por que Niagara não deve ser modelo para as Cataratas do Iguaçu quer do lado brasileiro ou argentino. Niagara Falls estão destruidas como ambiente natural. Confira foto. Fonte dewydecimal.com.ca ...



Capa |  Ecoturismo  |  Notas do Turismo  |  Turismo Místico
Busca em

  
46 Notícias